Análise sobre as OSCs e as vagas criadas no site do Atados, durante a pandemia do Covid-19. Observamos o período de 16/03/20 a 30/06/20 e fizemos um comparativo com o mesmo período de 2019. Encontramos um panorama bem diferente de um ano para outro!


Diante de questões sociais tão sérias e de um estado ausente, o trabalho das OSCs é fundamental na luta pela garantia de direitos humanos e ambientais, e o apoio dos voluntários é essencial para potencializar o trabalho dessas organizações.

O Atados atua com engajamento social de voluntários há mais de 8 anos. Diante do momento que vivemos e no mês do Dia Nacional do Voluntariado – comemorado no dia 28 de Agosto –, resolvemos realizar uma análise do nosso site para mostrar as mudanças no perfil de vagas de voluntariado, de inscrições e de acessos, além de evidenciar como o sentimento de solidariedade cresceu neste cenário tão desafiador.

Ao longo desses 8 anos…

Já publicamos e temos na nossa rede mais de 2.300 OSCs e mais de 149 mil pessoas cadastradas no site. Além disso, nossa rede conta com organizações de 24 estados brasileiros, mobilizando um total de 573.600 acessos no nosso site.

E como foi nossa atuação durante a pandemia?

Com a pandemia muita coisa parou, mudou e isso também se refletiu no nosso site. Encerramos as vagas de voluntariado presenciais, mantendo abertas somente as ações emergenciais ou à distância. Em função da quarentena, as demandas das ONGs por voluntários se transformaram, levando a uma adaptação das atividades e do foco do Terceiro Setor. 

Como ficaram nossas vagas de voluntariado?

As ONGs precisaram se readaptar, mesmo em um período com tantas incertezas, tendo muitas uma dupla dificuldade: aprender a utilizar ferramentas online e viabilizar suas atividades para o modelo remoto. 

Ainda assim, muitas delas mantiveram “suas portas” abertas, se reinventando e criando novas oportunidades sociais. Como podemos ver, apesar da diminuição de 28,2% do cadastro de vagas no site, 526 vagas foram publicadas no período da quarentena de 2020 – em relação às 733 no ano anterior.

Mesmo assim, foram criadas 505 vagas à distância – um aumento de 271,3% se comparado ao período de 2019 que só tiveram 136! O perfil das vagas publicadas mudou bastante! As organizações criaram mais vagas de captação de recursos, programação e comunicação. 


Além disso, criamos uma “nova” categoria: cartas! A ideia é de estimular iniciativas de troca de experiências entre beneficiados por ONGs e voluntários através da escrita, sendo uma forma de acolher e mobilizar as pessoas de forma remota. Com apenas 5 vagas tivemos 2.225 inscrições.


Durante o período analisado em 2020, nós tivemos 17.050 inscrições em vagas de voluntariado. 

Ah, e se a gente falar sobre os nossos voluntários inscritos nas categorias especificadas acima também tivemos um grande aumento. No caso das vagas de programação, por exemplo, o número de inscritos foi 10x maior do que em 2019. No geral, nosso número de inscrições em vagas cresceu 43%.

Número de inscritos por categoria durante período analisado

O número de inscritos em vagas de acolhimento quase triplicou na quarentena!

Como as ações presenciais encerraram a partir de março de 2020, não publicamos mais vagas de arte e cultura, por que em sua maioria eram vagas presenciais (como por exemplo: oficinas artísticas, aula de música, etc), e nossa rede focou em ações de assistência com caráter emergencial, como a entrega de cestas básicas, marmitas e kits de higiene. 

Acessos no site também aumentaram! 434,587 pessoas acessaram nosso site no período de 2020, um aumento de 147,2%.

Acreditamos que esse grande aumento de acessos e inscrições se dá pelo evidenciamento da crise pela qual passamos, aumentando um sentimento de solidariedade da população, como podemos ver em diversas notícias. Além disso o  desafio do voluntariado era a competição com as atividades de lazer, a distância e a falta de tempo. Nesse novo cenário essas barreiras deixaram de existir além de criar um espaço de conexão e de conhecer outras pessoas, o que também é uma grande demanda do público que se vê isolado. 

Muita informação né? Mas ainda temos alguns dados legais para compartilhar! 

233 ONGs se cadastraram neste período, 49,3% a mais do que no mesmo período de 2019 – 156 ONGs. 

Iniciamos nosso processo de expansão nacional focando no Paraná e Bahia, podemos ver que são os estados com mais cadastro de ONGs, após SP (atuamos desde 2012) e RJ (desde 2015).

A partir do voluntariado vemos como as pessoas também se transformam e conhecem mais sobre uma causa, aumentando seu engajamento e colaborando com a luta de diversas formas: Compartilhando saberes, mudando pequenas atitudes, no ativismo, cobrando e pressionando o estado, entre tantas outras formas que podemos e devemos atuar como agente transformador e cidadãos responsáveis socialmente.


*1  Tipos de vagas se enquadram em cada categoria:

AcolhimentoPsicólogo(a), Assistência social,
AdministraçãoGestão, Jurídico, Serviços Gerais, Administração, Contabilidade,
Artes e EsporteEsportes, Música, Dança,
Captação de RecursosCaptação de Recursos, Parcerias, NFP, Vaquinha Online.
CartasCartas,
ComunicaçãoMarketing, Mídias sociais, Videomaker/Fotógrafo, Roteirista, Design, Jornalismo,
EducaçãoEducador(a), Recreação,
Empreendedorismo socialMentoria, Pense Grande,
EventosPresencial COVID, Doação de Sangue, Mutirão, DBA, Festas.
Profissionais de outras áreasCozinheiro(a), Engenheiro(a), Arquiteto(a), Maquiador(a), Tradutor(a), Nutricionista, Saúde, Outros,
ProgramaçãoT.I, Web Designer, Desenvolvedor,

Este conteúdo foi preparado por Helena Barros e Lucas Rebouças, responsáveis pelo relacionamento com ONGs no Atados RJ e análise de dados.


Quer saber mais sobre as atuações das ONGs nesse momento? Você pode ler aqui sobre o que conversamos com as organizações da nossa rede no Conectados.