Lolla, criadora do projeto, abraça uma paciente. Foto do voluntário: Fernando Tribino

“Sereias Carecas” é o nome do ato que traz cada vez mais voluntários ao Hospital da Lagoa. Em parceria com o Atados, o evento distribui palavras de amor e conforto à mulheres portadoras de câncer de mama. A idealizadora do projeto é Lolla Angelucci, que conta com voluntários para dar um dia de beleza às pacientes.

Foto da voluntária: Tatiana Azzi.

Algumas mulheres se arrumam. Colocam lenços, maquiagem, perucas e bijuterias. Outras, cortam o cabelo com o intuito de doar. Entre conversas informais, as mulheres ouvem muitos elogios umas das outras, e aproveitam o momento para trocar experiências e dicas. Pessoas anônimas escrevem em pequenos papéis recados, de amor e afeto, que serão lidos pelas pacientes. Elas ouvem e passam adiante: “Não precisa usar peruca se não quiser, você é linda do jeito que é”.

Lolla diz que há muito tempo quer fazer um projeto para trabalhar de uma maneira diferente a auto estima de mulheres que perderam o cabelo, mesmo que a causa não seja o câncer. Para tirar o projeto do papel, procurou o Criadores de Atos, rede pertencente à Atados , que é uma plataforma que liga voluntários à ONGs, e então foi possível dar vida ao projeto: “Tudo o que eu sabia é que eu iria vir aqui e ia ficar falando pras mulheres que elas são bonitas”.

Os encontros costumam acontecer na Oncologia, onde além das conversas, os voluntários maquiam e ensinam as mulheres várias formas de amarrar o lenço na cabeça. O importante é se sentir confortável. “É uma energia de troca. Ninguém nunca veio no nosso projeto com o intuito de apoiar um pobre coitado que está com câncer (…) eu vim pra cá pra reconciliar a auto estima das mulheres”, diz Lolla.

Foto do voluntário: Fernando Tribino.

Para participar e ajudar as Sereias Carecas, pode-se doar lenços, perucas, chapéus, bijuterias, maquiagem e esmalte. O contato delas é sereiascarecas@gmail.com, e a partir desse e-mail é possível acompanhá-las nos eventos.


Veja mais fotos desse dia:

Fotos do voluntário: Fernando Tribino.

Fotos da voluntária: Tatiana Azzi.

 


Texto da voluntária Tatiana Azzi.