Representantes da Catland e Celebridade Vira-Lata falam um pouco sobre esse trabalho e a importância da castração 

Vamos falar sobre castração e abandono de animais domésticos? Você sabia que para cada humano que nasce, nascem 15 cães e 45 gatos? Esse foi o tema da nossa live sobre animais domésticos com a Perla Poltronieri da ONG Catland e Luli Sarraf da Celebridade Vira-Lata no dia 13 de outubro. 

As ONGs trabalham com animais domésticos, mas elas explicam que existem vários campos de atuação nessa área. A Catland, por exemplo, trabalha no resgate de felinos e muitos deles são vítimas de abandono e maus tratos. Perla explica que o trabalho da ONG é uma forma de minimizar os problemas de superpopulação de gatos abandonados na cidade de São Paulo. Lembra daquela informação do começo? Então, o trabalho da Catland também envolve levar essas informações e conscientização para as pessoas. 

“A castração é uma adequação a condição doméstica de vida do animal”

Luli Sarraf, Celebridade Vira-Lata 

A castração também é eficaz no controle dos hormônios dos animais, pois em um ambiente externo eles precisam caçar e se proteger, mas quando levamos eles para dentro de casa onde tem comida e um ambiente seguro esses hormônios sobram no corpo do animal, explica Luli. Esse acúmulo pode causar vários problemas, como estresse e até câncer. Os gatos ainda tem o poder de modificar o ecossistema local, pois são predadores. As representantes das ONGs reforçam a importância de disseminar a informação sobre o assunto e que podemos fazer a diferença em nossos bairros direcionando esses animais para abrigos. 

Outro ponto importante abordado na live foi o processo de adoção para as ONGs e como é delicado. Luli conta que quando um animal é resgatado de maus-tratos ele precisa aprender a confiar em quem o resgatou e depois em quem vai adotar. “Às vezes a gente precisa até resgatar animal que foi adotado, mas eles perdoam os humanos toda hora”, comenta Luli sobre esse processo. 

A compra e venda de animais e a forma que o pet é retratado na mídia é outro problema nesse universo. Uma crítica feita foi a ideia de status que ter animais de “raça” é passado. Todos animais merecem abrigo e amor.

Quer saber mais sobre o tema, como ajudar e ser um voluntário? Entre nas Vagas Catland  e fiquem ligados em nossas redes para acompanhar as lives do mês de outubro e se engaje na Causa Animal!

Assista aqui a live completa